quarta-feira, 2 de novembro de 2011

O princípio da bomba atômica.


Conversando com dois grandes amigos, um do universo blogueiro e o outro não, descobri uma linhagem de mulheres muito peculiar.
Vou começar contando a história do meu primeiro amigo, que carinhosamente chamarei de Cascão, e sua respectiva ex-senhora, Magali.

Cascão é um ótimo rapaz, um dos melhores que já conheci! Inteligentíssimo, muito bem educado, rapaz de boa índole, com opinião formada e um dos melhores gostos musicais que já se teve noticia.
Apaixonou-se por Magali, namoraram, mas como tudo na vida acaba...
Só que isso repercute até hoje na vida amorosa de Cascão. Todos os seus relacionamentos são minados pela sombra que a ex até hoje projeta na sua vida
Ontem, ele me disse que ficou transtornado e na fossa quando soube que Magali mudou de cidade e não o avisou.
Nada de mais, não fosse o fato que eles nem se falavam e Magali não tinha obrigação nenhuma de Avisar Cascão (um ex-namorado) de pra onde vai, ou de onde veio.
Tudo se resume ao fato que, na cabeça dela, nenhuma mulher se compara a Magali, seja no bom ou mal sentido da coisa.

Já com meu segundo amigo, que chamarei carinhosamente de Fudêncio, a coisa se dá de uma forma mais velada.
Conversávamos hoje, via msn, enquanto ele após 4 latas de cerveja, revela toda a sua revolta com a ex, que chamarei aqui de Falecida.
Segue o dialogo:

Fudêncio diz: Não liga pros meus erros de português, é que eu tô bebendo! kkkkkk
SuperSincera: Não se preocupa não Fuu, dizem que a cachaça entra e a verdade sai! essa conversa vai ser boa! kkkkkk
(Começa a falar da ex, e no fim da história....)
Fudêncio diz: E a infeliz ainda vem com um papo de que não fez nada, ah vai tomar no cú!
SuperSincera diz: 4 latinhas = Mandando a ex tomar no cú
8 latinhas = me contando pormenores e traumas da relação
12 latinhas = Falecida volta pra miiiiiiiiiiiiiiimm!!!!!!!!!
Fudêncio diz: kkkkkkkkkkkkkkkkkk eu tô ouvindo Leviana!
SuperSincera diz: Queria acreditar que você ainda me ama, e apesar de tudo eu sinto a sua falta, leeeeeeeeeviana ♪

Gente, fundo do poço e cavando hein?


E com isso, chegamos onde eu queria.
Agora já posso explicar a vocês a relação de semelhança entre mulheres e uma bomba nuclear.

Qual a semelhança entre uma mulher e uma bomba nuclear?
R= Não importa se foi ontem ou a 50 anos. Mesmo depois da explosão/separação, ambas continuam fudendo com a sua vida.

(Pausa)
Se alguém conhecer uma criatura dessas, Gostaríamos de fazer uma entrevista com ela aqui no blog, porque olha.... precisamos aprender cumêquifaz!
(Despausa)

Sabe a bomba de Hiroshima, que foi há mais de 60 anos, e as pessoas que nascem no local, ainda nascem doentes, deficientes, por causa da radiação??
Então, é a mesma coisa.
Tem mulher com o poder de fuder a vida do cara e continuar fudendo anos depois do fim do relacionamento de uma maneira inimaginável.
(Ô chá de caçola concentrado viu! =x)


E ao meu amigo Cascão (Não me odeie por causa do post) fica o apelo:
Esqueça, esqueça tudo que eu já te disse até hoje. Esqueça qualquer coisa que você tenha aprendido comigo. Só ha uma lição necessária, se você acabar esse post com isso em mente hoje, basta. É tudo que você precisa aprender comigo: Ninguém é Insubstituível.


Façam Valer.



4 comentários:

Paulo Henrique E. disse...

Triste.

Dama de Cinzas disse...

Sempre tenho a impressão que os homens fodem mais com a vida das mulheres do que o contrário. Talvez essa minha conclusão seja baseada em minhas experiências de vida o que é muito coerente, já que só posso ter opinião sobre o que vivi e vi... rs.

Perdi a conta dos homens que ferraram com a minha vida por um tempo. Hoje em dia eu esfriei bastante meu lado emocional como proteção, acho até que funciona melhor... rs.

Beijocas

Anônimo disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
coitados!

Anônimo disse...

concordo com sua frase Ninguém é Insubstituível.