quinta-feira, 9 de fevereiro de 2012

Pessoas Doces

É bem verdade que 60% dos homens preferem as mulheres doces (e os outros 40% se escondem bem pra porra...), e eu particularmente não tenho nada contra pessoas doces.

......

Mentira.

Mas veja bem, não é que eu não goste de pessoas doces, o problema é que eu não gosto de pessoas doces.
Não entendeu? eu explico.

Eu sou doce.
Mas eu também sou azeda, amarga, insossa, salgada. Tudo depende do dia, da situação, do estado de espirito.
E eu gosto de pessoas assim, que sabem ser doces na hora certa, que sabem ser doces nos momentos de carinho, na troca de afetos, nas horas em que é necessário dar apoio.
Saber ser doce é inerente a toda mulher. Todas.
Preste atenção: "Saber ser".  Ser de fato são outros 500
Toda mulher sabe ser doce, sabe demonstrar afeto, sabe demonstrar carinho. E também sabe misturar emoções: Dar um puxão de orelha e ser doce ao mesmo tempo, por exemplo.

Mas isso é relativo, isso é mutável, passageiro... e corriqueiro também.
Ser doce não é problema, ser doce é qualidade.
Agora quando a pessoa não sabe ser mais nada além de doce, isso já não é mais qualidade, é fdputisse.

Mulher tem que ser doce? Tem.
Ninguem quer uma cavala.
Só que tão ou mais importante que a mulher ser doce(que já é uma coisa inerente a maioria da ala feminina), é a mulher ser grossa.
Isso mesmo, uma mulher tem que ser grossa.
Mulher que não sabe ser grossa, uma mulher que não sabe colocar um fdp no seu devido lugar, além de fraca é indefesa.
Não que toda mulher vá sair maltratando e ofendendo Deus e o mundo. não é isso. Mas veja bem:

- Gatan, bora ali
- Ali onde?
- Ali mulé.
- Pra que? (e faz aquela cara de nerd colegial dos Estados Unidos)
- Vamu ali nus cornius pra eu escangalhar o seu prai graundi aí
- Ai rsrrs não fala isso moço rsrsrsrsrs eu não tô entendendo rsrsrssr é melhor eu ir embora rsrsrsrs thcauzinho, beijocas!

AH VÁ.

Ter autonomia não é ser cavala. Saber manter distância e dizer não, não é ser cavala. Ter opinião própria não é ser cavala.(nunca mudar de opinião sobre nada também não é ser cavala, é ser jumenta! Não confundam os quadrúpedes por favor...) Saber impor respeito não é ser cavala.
E mulher que fica escandalizada com pouca coisa, tem meu desprezo eterno.
Não que você precise sair por aí, coçando o saco e falando putaria, isso é ser vulgar. Mais se você está entre amigos, inevitavelmente rolam duplos sentidos e piadinhas ácidas,  até picantes.
PeloamordeDeus, ria.
A não ser que seja algo muito escroto, preconceituoso ou nojento. Se não, ria. Se for uma bobagem entre amigos,  Não faça cara de escandalizada porque isso é irritante num nível caralhistico de dor nos nervos.
Vá ficar escandalizada com a fome, vá ficar escandalizada com o preço do lanche na praça de alimentação, Vá ficar escandalizada com a merda da educação no estado, vá ficar escandalizada quando descobrir que a dona do blog é uma pirralha. Mas pelamordosinhôdosanéis, ria das coisas engraçadas. Ria das idiotices.
Se não achar graça na piada, ria do idiota acéfalo que tá falando merda, mas ria. Ria da cara dos outros. Ria da sua cara. Ria dos seus problemas. Ria dos seus defeitos. Dormir e rir são os melhores remédios, Não a problema que não diminua com uma noite de sono e uma gargalhada.


E pelo amor de Deus, se imponha. Pelo amor de Deus, diga "eu quero", "eu vou". Não fale comigo com aquela vozinha melosa, que parece que sempre está pedindo algo, pedindo permissão. Eu não tenho paciência, e eu não sou sua mãe.

Seja doce, faça dengo e voz de criança.
Se for em forma de piada, se for uma brincadeira, se for uma coisa entre amigos ou namorados, tudo bem.
Mas não trate de assuntos comigo com voz de choro, senão você corre sérios riscos de levar uma mãozada e um "FALA QUE NEM HOMEM, PORRA."



Beijos e façam valer =**


Um comentário:

Dama de Cinzas disse...

Eu chamo as falsas doces de meiguinhas e tenho uma implicância mortal com esse tipo de mulher, porque o que impera na personalidade dessas donas é a hipocrisia sem limite.

Eu trabalho com uma mulher meiga de verdade e outra meiguinha. A meiguinha é uma peste que ninguém suporta, uma dona que a qualquer contrariedade é capaz de sair dando coices direto, mas gosta de falar mansinho, virar a cabeça pro ladinho e usar tudo rosinha. Ahhhhh vá tomar vergonha na cara, mil vezes a cavala assumida!! rsrs

Já a outra que é meiga de verdade, é um doce de pessoa, e até quando ela se aborrece, vc não deixa de perceber a doçura dela.

Beijocas